ad16
CidadeGeral

Cano estoura e causa prejuízo a comerciantes no centro de Picos

Funcionários da Agespisa fazem conserto na encanação rompida

O rompimento de uma encanação causou transtorno aos proprietários de uma papelaria situada no centro da cidade. A água invadiu as instalações e deixou prejuízos aos donos do estabelecimento.

Segundo relato dos proprietários, essa não é a primeira vez que a encanação exposta na calçada se rompe. Os problemas começaram na última sexta-feira (9) quando o cano que fica na calçada do estabelecimento teria se quebrado. A Agespisa, empresa responsável pelo serviço de fornecimento de água na cidade, foi notificada mas apenas na terça-feira (13) um funcionário foi enviado para fazer o conserto.

Mesmo após conserto, na noite desta quinta-feira (15) o cano se rompeu e, devido à forte pressão, a água adentrou a loja pela parte inferior do portão, molhando as mercadorias e causando prejuízo aos donos da papelaria.

De acordo com Gilmara Bonfim, uma das proprietárias, dessa vez os técnicos foram enviados rapidamente e o problema foi logo solucionado.

O gerente regional da Agespisa em Picos, José de Arimateia Rocha, informou à equipe do Riachaonet que os técnicos são enviados para consertar os vazamentos tão logo a empresa seja notificada. Ainda segundo ele, os vazamentos e rompimentos são fruto da topografia irregular da cidade. “Os vazamentos ocorrem de forma inesperada. Nossa cidade tem uma topografia irregular, com uma variação de cerca de 50 metros, com isso há rompimentos nas redes de distribuição”, explicou.

José de Arimateia revelou ainda que, em alguns casos, os rompimentos em encanações acima de 100 milímetros são feitos com reparo de maquinários mais pesados, levando mais dias para a normalização do serviço. “Algumas vezes dependemos até mesmo de serviços terceirizados”, pontua acrescentando que os vazamentos mais simples são resolvidos de forma imediata e que apenas no mês de agosto foram realizados 52 consertos na rede de abastecimento do município.

Parte interna do estabelecimento ficou inundada
Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade