ad16
AutoPECASonline24.pt
https://ead.uninta.edu.br/
DestaquesGeral

Casal Styllos causou prejuízo de 2,4 milhões em formandos. Veja vídeo!

Casal Stylos- Foto: Cidadeverde.com

O casal Styllos, Keila Morena e Fabiano Neves, provocou um prejuízo de R$ 2,4 milhões em golpes a formando, segundo apurou a Polícia Civil, em Teresina e Picos. Segundo o delegado Ademar Canabrava, informou que na investigação foi comprovado que eles gastavam dinheiro em farras e orgias. “Em um único dia R$ 5 mil somente em uma noite em Fortaleza. Em Teresina foi R$ 2 milhões e em Picos foi R$ 400 mil”, destacou o delegado.

O delegado Everton Férrer, delegado regional de Picos, disse que eles fugiram no dia 16 de setembro para Goiania, passaram uma semana. Houve a informação de que eles iriam se apresentar, mas desistiram com os mandados de prisão preventiva. Ficaram em um sitio em Monsenhor Gil até março e depois voltaram para Goiania-GO.

Na capital de Goiás, Keila Moreno, tinha era vendedora de planos funerários, ganhando um salário mínimo e de carteira assinada.Eles foram apresentados pela polícia na Delegacia Geral, mas não quiseram falar com a imprensa.

Em Teresina, foram mais de mil formandos lesados no golpe do casal, o que resultou em 400 boletins de ocorrência. Eles vão responder pelo crime de estelionato, que pode levar até quatro anos de prisão.

O delegado Canabrava disse que foram ouvidos dez funcionários, que revelaram que eles gastavam o dinheiro em farras e que estavam inadimplentes junto aos servidores. O delegado disse também que tem inquérito em Parnaíba. “Há informação de que eles fingiam que estavam separados”, afirmou o delegado, tentando despistar a polícia.

A Keila Moreno tem dois filhos, um garoto de seis anos e uma menina de oito anos. Ela está inadimplente com a escola dos dois em cerca de R$ 7 mil, em Teresina.

Em Picos, o delegado Everton Ferrer declarou que foram dez turmas lesadas, sendo cerca de 300 formandos. “Vimos estudantes chorando na delegacia, muitos venderam os animais, a maioria é humilde, o que nos motivou ainda mais a capturá-los”, destacou.Ele admitiu que os alunos não serão ressarcidos, pois a polícia já fez um levantamento do patrimônio do casal e constatou que não têm nenhum bem.

Everton Ferrer disse que ouviu o casal na manhã de hoje e em depoimento, Keila disse que a empresa enfrentava dificuldade financeira desde 2009 e que tentaram reerguer a Styllos com a margem de lucros dos contratos ajudasse a pagar os rombos, mas que na noite do dia 16 de setembro de 2011, eles viram que não tinha condições e resolveram fugir.

O delegado questionou o por quê eles não chamou os formandos para chegarem um acordo. “Eles alegaram temer represália física e o Fabiano informou que recebeu telefonemas ameaçadores. O que ainda vamos checar”, afirma

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade