ad16
DestaquesGeralPolíticaTodas as Notícias

Cassado após denúncia de Emídio Reis, Zé Neci diz estar tranquilo e que vai recorrer

O prefeito de São Julião, José Francisco de Souza (PT), o Zé Neci, declarou estar tranquilo quanto à sua cassação pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Ele e o vice-prefeito, José Francimar Pereira (PP), foram cassados na última segunda-feira (20), depois de aceita a ação emblemática ajuizada pelo ex-vereador Emídio Reis da Rocha, 51 anos.

“Eu vejo [a cassação] com naturalidade, não fui só eu que fui cassado no Piauí. Ainda não fui na cidade, estou primeiro resolvendo algumas questões com os advogados quanto ao processo”, declarou ele.

Zé Neci
Zé Neci

O prefeito já informou que vai recorrer da decisão. “Já estamos recorrendo, foi apresentado documento em Brasília em referência ao processo já julgado”, informou .

A ação é atípica, já que foi ajuizada por Emídio Reis, assassinado e enterrado vivo na cidade em fevereiro de 2013. Seus familiares alegam que o crime ocorreu devido à ação impetrada pelo ex-vereador.

O vice-prefeito vai a júri popular acusado de ser o mandante do assassinato. Após sua morte, o Ministério Público assumiu o processo.

Eles foram cassados por abuso dos poderes político e econômico, por terem contratado mais de 120 servidores sem a realização de concurso público, e também por desvio de R$ 1,5 milhões, correspondentes a recursos do Fundo Municipal de Seguridade Social, para financiar campanha eleitoral. Também foram cassados pela construção de citernas na zona rural de São Julião em troca de voto.

Com a cassação do prefeito, quem assume o cargo é o presidente da Câmara de São Julião, o vereador Francilândio da Silva, o Cilândio, do PP. De acordo com Zé Neci, a posse deve ocorrer na próxima semana.

Cidade Verde

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade