ad16
AutoPECASonline24.pt
https://ead.uninta.edu.br/
DestaquesTodas as Notícias

Corpo de Bombeiros alerta sobre aumento no aparecimento de animais peçonhentos durante o período chuvoso

Segundo o Corpo de Bombeiros, os animais mais comuns são as serpentes, aranhas e escorpiões.

Por Mateus Silva

O Corpo de Bombeiros de Picos alerta à população sobre aumento no aparecimento de animais peçonhentos durante o período chuvoso. De acordo com o sargento da corporação, Charles Ivonor, é comum o aparecimento de animais peçonhentos, pois procuram ambientes úmidos e escuros. Ele relata que em Picos os animais mais comuns são as serpentes, aranhas e escorpiões.

“Os animais procuram ambiente úmido e escuro para se esconder com o surgimento das chuvas, aumenta a folhagem dos jardins e eles procuram justamente esses locais para poder se alimentar e reproduzir. Os animais peçonhentos, são animais que possuem peçonha, ou seja, veneno, aí entra a parte das serpentes, que tem mais incidentes em Picos, primeiros serpentes, aranhas e depois escorpiões”, frisou.

Sargento Charles Ivonor – Foto: Mateus Silva

Segundo Charles Ivonor, ao identificar o animal, o ideal é procurar o Corpo de Bombeiros para que eles capturem o animal. Ele ainda dá dicas de prevenção.

“Primeiramente, devem ligar para o 193, para gente fazer a captura, não tentar pegar, a pessoa pode se machucar, a gente têm o equipamento ideal e técnicas. Nesse período chuvoso tem aumentado muito as ocorrências desse tipo de incidente. Para se prevenir as pessoas podem manter os jardins e quintais limpos, evitar o acumulo de entulhos, folhas secas, lixo doméstico próximo das casas”, comentou.

Caso recente

Ainda de acordo com o sargento Charles Ivonor, na última quarta-feira (20), o Corpo de Bombeiros de Picos já realizou a captura de uma jiboia na cidade. Ele relata que a espécie é a mais comum, e que não é venenosa, mas pode causar danos.

“Hoje mesmo a gente pegou uma jiboia, graças a Deus, a maior espécie daqui é a jiboia, não são venenosas, mas mesmo assim, se ela morder pode passar algum tipo de bactéria ou alguma infecção, aconselhamos a não pegar”, comentou.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade