ad16
DestaquesGeralSaúde

Criança encontrada com larvas nos olhos perde a visão

[ad#336×280]O Ministério Público na cidade de Geminiano já tinha conhecimento sobre o caso o menino L.F.V, de apenas 2 anos, que foi encontrado vivendo em condições subumanas com a mãe. Tamanho descaso, médicos detectaram que os olhos do menino estavam sendo comidos por “larvas”. Ele está no Hospital Regional de Picos em estado grave e os médicos cogitam a transferência dele para Teresina.

Segundo Etevaldo Moura, correspondente do 180graus no município, apesar de a família já estar sendo acompanhada pelo Conselho Tutelar da cidade, esta foi a primeira vez que o menino foi flagrado nesta situação. A mãe já tinha sido denunciada de forma anônima sobre as agressões contra o menino. O caso vinha sendo investigado por Erismar Ferreira, Francisco Pinheiro, Maria Monteiro e Josenilda Hipólito, mas somente agora, nesta nova visita, os maus tratos ficaram evidentes.

A mãe do menino identificada como Flaviana Maria de Araújo Borges, tem um segundo filho, ainda mais novo, de apenas 1 ano. Ele também pode estar sendo vítima de maus tratos. A mulher pode ser presa por ter sido autuada em flagrante. Rosângela dos Santos, Maria Anatalia, Francisca Costa Santos e Cicera Lopes, conselheiros tutelares do município, já estão enviando o relatório ao Ministério Público, para que as medidas judiciais sejam tomadas.

Em Picos, no hospital onde o menino está internado, o clima é de comoção entre populares e a equipe médica. Algumas enfermeiras que foram ajudar a cuidar do menino chegaram a deixar o quarto onde ele está chorando, de tão forte que é a cena. Para preservar a imagem do menino, está proibida a entrada de jornalistas e até mesmo da mãe de L.F.V..

ENTENDA O CASO
Ao chegar na residência localizada no povoado Ambrósio, os conselheiros se depararam com a criança em estado critico e a casa com muita sujeira, logo pediram que a mãe o acompanhasse até o hospital, mas irritada ela teria afirmado que só iria se fosse presa, demostrando total falta de preocupação com a criança.  O menino apresentava vários hematomas pelo corpo e estava bastante sujo, em condições subumanas. Ao observar os olhos, os conselheiros verificaram a presença de larvas. A ainda não definido o que vai acontecer com a criança, se vai ser levado pra algum abrigo ou se fica com parentes.

Fonte: 180graus

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade