ad16
Geral

Deputado defende que governo federal subsidie ração para abelhas

[ad#336×280]O deputado federal Jesus Rodrigues (PT) defende que o governo dedique atenção especial às dificuldades enfrentadas pela apicultura diante da seca. “A estiagem provoca a migração e a morte das abelhas e, consequentemente, sérios prejuízos aos apicultores. Nesse sentido, estamos propondo que o governo subsidie ração para abelhas, assim como existe subsídio de milho para os criadores, além de ações específicas”, afirmou.

Em reunião com centenas de apicultores no município de Picos, Jesus Rodrigues firmou o compromisso de apresentar Projeto de Lei destinado à regulamentação da profissão, considerado um passo essencial para a conquista de benefícios. A região conta com cerca de 400 famílias de apicultores que, em regime de cooperativa, produziram em 2011 quase 2 mil toneladas de mel de abelha e, no ano de 2012, mesmo com a perda de 80% da produção por causa da seca, comercializaram 250 toneladas de mel, segundo dados da CAMPIL (Cooperativa Apícola da Micro Região de Picos).

Os produtores do setor afirmam que estão vivendo situação de extrema calamidade por terem que lutar pela sobrevivência das abelhas de seus enxames. Dentre as reivindicações dos trabalhadores está a inclusão das cooperativas que exploram a atividade de apicultura migratória nas ações e programas do poder público de combate à seca, a fim de que sejam contempladas com recursos a fundo perdido para investimentos em transporte, máquinas e equipamentos e aquisição de indumentárias, colmeias e cera.

O presidente do Conselho de Administração da CAMPIL, Edmilson Antonio de Sousa Sá, e o presidente do Conselho de Administração da COOAPI, Jailson Teixeira de Lima, apresentaram documento solicitando aposentadoria especial para apicultores, apoio junto aos agentes financeiros com a oferta de menores taxas de juros para contratações e renegociações, criação do PRONAF Estiagem para Apicultores com os mesmos benefícios garantidos aos agricultores e inclusão das cooperativas e associados no Plano Brasil sem Miséria.

Com informações do CidadeVerde.com

Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Também