ad16
PolíticaTodas as Notícias

Empresário Kennedy Braga prega união em prol da cidade de Picos

Ele afirmou que esse é um momento crucial para a população, pois a região tem a possibilidade de eleger políticos que a representem satisfatoriamente tanto na Assembleia Legislativa quanto no Congresso Nacional.

Em entrevista a imprensa picoense o empresário Kennedy Braga pregou a união das forças econômicas e políticas em prol do progresso de Picos. Ele afirmou que esse é um momento crucial para a população, pois a região tem a possibilidade de eleger político que a representem satisfatoriamente tanto na Assembleia Legislativa quanto no Congresso Nacional.

“Temos uma chance nessa eleição, eleger um federal (Mainha) e quatro estaduais (Belê Medeiros, Nerinho, Severo Eulálio e Pablo Santos) se se unirem essas quatro pessoas, mais o federal, e mais o senador Ciro Nogueira, o que é que nós precisamos mais? Só precisamos cobrar e cobrar bem”, comentou.

Indagado sobre o que Ciro Nogueira poderia fazer pela região de Picos, Kennedy Braga respondeu que basta olhar para as cidades de Oeiras, Floriano, Teresina e Parnaíba, onde o senador conseguiu liberar emendas que beneficiaram a população. “Só Picos que está no atraso por causa de política? Eu recebo todo mundo de braços abertos, eu estou pensando na grandeza da cidade e não em partidos”, declarou.

Kennedy Braga disse estar disposto a ajudar a cidade inclusive cobrando dos representantes locais, até por estar perto do centro do poder político nacional, Brasília – DF. Ele entende que independente de quem sejam os políticos, a cidade está perdendo a possibilidade de aplicar recursos federais. “O orçamento é impositivo, e quando é impositivo ele é obrigado a gastar. Então, independente de quem seja, ele tem de pensar sempre em prol do povo picoense”, comentou.

Quanto a possibilidade de investir em Picos, Kennedy informou que esse é o seu plano para o futuro. Ele lembrou que quando deixou a cidade ainda não tinha a possibilidade de fazer algo pela população local, mas hoje tem, e a sua ideia é favorecer a região. O empresário lembrou ainda que sempre tem sido bem recebido pela população picoense.

“Nunca recebi um não. Nunca bati em uma porta para não me deixarem entrar, por amizade, por um favor prestado, seja pelo que for, eu adoro isso aqui”, declarou.

Sobre a possibilidade de investimentos locais, ele citou que a cidade poderia ter uma fábrica de bolachas, a exemplo de Fortaleza e Sobral – CE. “Nós temos que voltar para fazer alguma coisa aqui”, comentou.

Indagado sobre as dificuldades de locomoção para se chegar até Picos, que seria um dos empecilhos para o crescimento local, Kennedy defendeu a boa situação das estradas federais e do aeroporto local, que facilitam a chegada de produtos e também o escoamento da produção local. “Pista boa, iluminação boa, num perde para nenhum aeroporto. Botar um avião da TAM e da GOL aqui para quê? Se não tem demanda? As empresas de aviação saíram daqui porque não tinha passageiro, mas na hora que crescer vai acontecer o que aconteceu com Juazeiro do Norte – CE, uma coisa leva a outra”, frisou.

Fonte: Folha Atual

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade