ad16
PolíticaTodas as Notícias

Evaldo Gomes filia Anamelka ao Solidariedade e diz que delegada deve concorrer a deputada federal

Segundo o presidente estadual da sigla, o deputado Evaldo Gomes, o partido visa uma chapa competitividade para o legislativo estadual e federal nas eleições em 2022.

O Solidariedade oficializou, nesta quinta-feira (20/05), a filiação da delegada Anamelka Cadena e do ex-candidato Floro Manoel. Segundo o presidente estadual da sigla, o deputado Evaldo Gomes, o partido visa uma chapa competitividade para o legislativo estadual e federal nas eleições em 2022.

“Nosso projeto é muito ousado, estamos trabalhando para filiar muita gente e nomes da Casa, que pretendem disputar as eleições, nomes preparados e conhecidos pelos piauienses. Vamos construir uma chapa muito competitiva que vai surpreender não só os partidos, mas também os piauienses”, declarou.


Foto: Ricardo Morais/ OitoMeia

A delegada Anamelka Cadena, ao assinar a ficha de filiação, destacou o respeito ao espaço do papel da mulher dentro do Solidariedade. A delegada concorreu ao cargo de vereador pelo PL nas eleições municipais de 2020 em Teresina, e ficou na suplência da sigla. Pelo novo partido do qual fará parte, oficialmente, a partir de agora deve concorrer ao cargo de deputada federal.

“Todo convite que recebemos, principalmente no que diz respeito a espaços políticos, temos que observar todas as nuances da plataforma ideológica que o partido apresenta e se há prática coaduna com a literatura que é apresentada. Vi no Solidariedade exatamente essa coadunação perfeita, trazendo o espaço da mulher sendo absolutamente respeitado sem nenhuma mácula processual, na competitividade daquelas que fazem parte da chapa e vão concorrer em qualquer pleito há uma concorrência real”, declarou.

Foto: Ricardo Morais/ OitoMeia

Fonte: Paula Sampaio/OitoMeia

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade