ad16
GeralPolíticaTodas as Notícias

Francis Lopes sai da Fundac, mas PRP discorda de indicado e divulga nota

Cantor Francis Lopes-Foto: Cidade Verde
Cantor Francis Lopes-Foto: Cidade Verde

O cantor Francis Lopes pediu exoneração da presidência da Fundac (Fundação Estadual de Cultura) e o novo indicado já causa divergência com ala do PRP. Francis Lopes teve que se afastar do órgão para assumir vaga na Assembleia Legislativa com o afastamento dos “deputados/secretários”.

No lugar do Francis Lopes ficou Alisson Carvalho, diretor administrativo da Fundac. No entanto, o partido não aceitou o nome e divulgou uma nota na noite de ontem.

No documento, o partido disse que indicou o professor Raimundo Nonato Monte de Sousa, o Nonato Monte.

“A executiva regional do Partido Republicano Progressista (PRP) indicou o professor e músico, pós-graduado em métodos e técnicas em elaboração de projetos sociais, pela Pontifício Universidade Católica de Minas Gerais (PUC/MG), Nonato Monte, para substituir Francis Lopes na presidência da Fundação Cultural do Piauí (FUNDAC), caso o atual presidente, seja convocado para assumir o mandato de deputado estadual”.

“Quarenta oito horas antes do anúncio do secretariado, 21 de dezembro de 2014, estive pessoalmente com o então senador Wellington Dias e ele confirmou a FUNDAC como pasta do PRP. Ele sugeriu o nome do cantor Francis Lopes para a presidência, e, obviamente concordamos, pois Francis foi o mais votado e a cúpula estadual vestiu a camisa indo às ruas em prol de sua campanha. Se a FUNDAC foi confiada ao PRP, entendemos que cabe ao partido a indicação do substituto da presidência e dos demais cargos, entre eles, os estratégicos e não apenas alguns irrelevantes. Essa é a lógica. Fizemos nossa parte, antes, durante e depois do pleito eleitoral. Fomos fiéis, ousados e destemidos. Não queremos receber gato por lebre. Na FUNDAC tem de tudo, menos a cara do PRP. Todos os demais partidos da coligação foram e estão contemplados no primeiro escalão. Temos um histórico de apoio e fidelidade ao governador Wellington Dias”, afirma  Laécio Borges, presidente regional do PRP no Piauí.

Cidade Verde

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade