ad16
Esporte

Goleiro deixa o time da SEP; Diretoria promete quatro reforços

[ad#336×280]O elenco da SEP sofreu mais uma baixa nesta segunda-feira (11). O goleiro Mondragon pediu dispensa do grupo e não faz parte da equipe comandada pelo treinador Cleojones Silva, o Ferrim Cearense. O jogador recebeu proposta do Salgueiro e acertou transferência para o clube pernambucano. Com a saída de Mondragon, o Zangão soma sete dispensas na temporada do Campeonato Piauiense.

Cinco delas – o zagueiro Cleyton Surubim, o volante Dinho, o meia André Barata e os atacantes Bibi e Nilson Sergipano – fizeram parte do pacote da diretoria do clube para adequar a folha de pagamento. Renato Frota disputou sua última partida no Picos no sábado (09), quando o Zangão perdeu por 2 a 0 dentro do Estádio Helvídio Nunes. O volante pediu liberação após receber proposta do Confiança, de Sergipe.

Mondragon (à direita) deixou o Picos nesta segunda-feira, dois dias após a derrota para o Piauí pela sétima rodada do Piauiense. É a sétima baixa do clube em uma semana (Foto: Josiel Martins)
Mondragon (à direita) deixou o Picos nesta segunda-feira, dois dias após a derrota para o Piauí pela sétima rodada do Piauiense. É a sétima baixa do clube em uma semana (Foto: Josiel Martins)

O diretor de futebol do Zangão, José Augusto da Silva, informou que o clube deve apresentar quatro reforços ainda na noite desta segunda para repor a perda dos sete jogadores. Os nomes, entretanto, foram mantidos em segredo. A lista traz dois laterais, uma meia e um atacante. A intenção, segundo o dirigente, é regularizar os reforços até o jogo contra o Flamengo-PI, no próximo sábado (16), que marca o returno do Campeonato Piauiense.

– Infelizmente não deu para segurar Frota e Mondragon. Eles receberam propostas melhores. No lugar de Mondragon temos o Dias, por isso não há necessidade de um novo goleiro – explicou José Augusto.

Em ‘caráter de urgência’. Esse foi o pedido do treinador Ferrim quando o assunto é reforços. De acordo com o técnico, o Picos precisa de dois zagueiros, laterais, um volante e pelos menos um atacante.

– Temos que ter consciência e paciência. Trabalhamos tentando mudar a cara do time, mas faltam opções e reposições. Tivemos que improvisar nas duas laterais e o sistema defensivo continua falhando. Precisamos também de atacante para o lugar de Raphael Freitas e Pipoca para que possamos ter opções quando os dois não funcionarem – comentou o treinador após a derrota para o Piauí. Com informações do Globo Esporte-PI

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade