ad16
GeralTodas as Notícias

Vereador reclama da “censura” durante votação na Câmara de Picos

A votação ocorrida na tarde desta terça-feira, 18, na Câmara de Vereadores de Picos definiu o presidente do Legislativo Municipal para o próximo mandato de 2015-2016. Sem muitas surpresas, o vereador e atual presidente da Câmara, Hugo Victor Saunders Martins (PMDB) conseguiu se reeleger com 11 votos a 4 destinados ao candidato da chapa 2, Filomeno Portela (PMDB). No entanto, um fato chamou a atenção do público presente, o vereador Evandro Reis (PTB) ao depositar seu voto proferiu em “alto e bom som” a seguinte frase “O voto da democracia!” que foi conclamada por fortes aplausos.

Vereador Evandro Reis foi impedido de se pronunciar em discurso - Foto: Reprodução
Vereador Evandro Reis foi impedido de se pronunciar em discurso – Foto: Reprodução

A frase suou como um desabafo já que o então vereador desejava fazer um discurso antes que a votação fosse iniciada, mas por decisão do presidente Hugo Victor, esta lhe foi negada justificando que o Regulamento Interno não permitia tal atitude.

“Eu votei a favor do nosso amigo Filomeno Portela. Eu só achei estranho você não poder defender a sua candidatura, o Filomeno foi impedido de fazer um discurso. Mas a Câmara decidiu por não fazer, eu mesmo iria fazer. É um processo democrático. Nós não tivemos votos, mas todo candidato tem o direito de defender sua tese. Nós estamos aqui em Picos, em pleno século XXI e vamos aguardar o desenrolar dos acontecimentos”, afirmou Evandro Reis.

Evandro Reis depositando seu voto - Foto: Romário Mendes
Evandro Reis depositando seu voto – Foto: Romário Mendes

Sobre o desenrolar da campanha, o vereador entendeu que este não foi um processo justo, mas elegeu o candidato que obteve mais votos, quanto a isto não se há dúvidas.  O mesmo ainda respondeu à imprensa sobre a polêmica  que diz respeito aos vereadores terem recebido vantagens para apoiar determinada candidatura  “eu mesmo desconheço, e pra falar a verdade nem gostaria de saber”

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade