ad16
Campo Grande do PiauíGeralSaúdeTodas as Notícias

Pais de menina com anencefalia percorrem cidades brasileiras fazendo campanha contra aborto

 

 

ru

Na manhã da ultima quinta-feira (18), o carpinteiro Haroldo Lucena, 51 anos, passou com a esposa e os dois filhos pequenos pela cidade de Campo Grande do Piauí e cumpriu mais uma etapa de sua missão, transmitir sua mensagem em favor da vida e contra o aborto, no povoado Km 80, Haroldo desembarcou com a família e contou  que viaja desde 2013 por todo o Brasil contando sobre a história de sua filha, a pequena Ruhama, 4 anos, que nasceu com anencefalia e má formação congênita, Ruhama nasceu apenas com parte do cérebro, fragmentado em quatro partes, tem os joelhos virados ao contrario e os braços congelados nas articulações.

Segundo a mãe de Ruhama, quando ainda estava grávida os médicos de uma maternidade de Natal (RN) informaram que se tratava de uma gravidez de gêmeos, mas que um dos bebes não teria a menor possibilidade de viver. “Eles relatavam que na barriga da mãe não havia uma criança, mas um ser em má formação”, relata.

Maricélia 33 anos, deu a luz aos pequenos Mateus, que nasceu sem nenhum problema de saúde, e Ruhama. Ela conta que no mesmo dia, uma enfermeira e uma médica da maternidade onde os filhos nasceram procurou seu marido e solicitou que descartasse o segundo feto, a menina Ruhama, alegando que a criança não chegaria a 24 horas de vida.

O pai dos gêmeos conta que Ruhama passou dias sem ser alimentada na maternidade, sem sonda ou qualquer equipamento que pudesse ajudar a salvar a vida da criança, só três dias após o nascimento que os equipamentos e a sonda de alimentação foram ligados na menina “21 dias depois do nascimento Levamos nossa filha para casa, cuidamos dela e ela começou a ganhar peso”, disse o pai.

A mãe, Maricélia da Silva fala das restrições da filha, mas assegura que ela é uma criança muito saudável. “A imunidade de Ruhama é maior do que a de Mateus, ele adoece com mais frequência mais do que ela, Ruama se alimenta de leite, e mingau, não come alimentos sólidos pois não tem a deglutição, mas não tem outras restrições alimentares, Já o Mateus tem restrição a lactose”, afirma.

“Nós já viajamos por quase todo o Brasil, todos os estados do nordeste do sul, algumas cidades do mato grosso e queremos passar em todo o Brasil divulgando nossa missão que é em defesa da família e da vida, Ruhama já teve três encontros com o Papa Francisco, o primeiro na Jornada Mundial da Juventude, ela já participou de programas que nós ajudam na Nossa campanha contra o aborto, a nossa luta é devido nos ter sugerido esse ato contra a vida, se o tivéssemos aceito, teríamos perdido duas vidas Mateus e Ruhama que alegram nossa família” comentou Haroldo.

Por: Danielly Duarte

rua 12735742_1254177904608894_1756439744_n 12516288_1254177644608920_1170691356_n 12736415_1254176077942410_1485936501_n r ru

 

Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Também