ad16
GeralPolítica

Para Fábio Novo eleições de 2012 provocam acirramento na base aliada do governo

Em visita a cidade de Picos o deputado estadual Fábio Novo, presidente do PT do Piauí declarou em entrevista a imprensa que já começa um processo de discussão das eleições de 2012, o que tem acirrado os ânimos. “Acredito que existe um equivoco em achar que discutir as eleições de 2012 vai ter uma relação direta com 2014, eleições são uma coisa muito dinâmica, acho que não se podem desvirtuar as coisas”, declarou.

Fabio Novo disse já ter conversado com os presidentes de outras agremiações políticas de peso no cenário eleitoral piauiense. Ele declarou que deveria haver regras de boa convivência para o pleito de 2012.

“Mantendo regras conseguiremos viver harmonicamente e todos os partidos serão vitoriosos, o PT já sabe quais as suas prioridades, nós não vamos disputar eleições em 224 municípios, a nossa prioridade é uma potencialidade de candidaturas para ver se
confirmamos em 50 municípios”, explicou.

O PT está adotando como estratégia inicial a realização de pesquisas eleitorais para descobrir onde o partido possui viabilidade para uma eventual candidatura.

Sobre a participação do PT na administração do prefeito Elmano Férrer (PTB), Fábio Novo diz não haver nenhuma anormalidade nesse fato, já que o PTB votou em Wilson Martins (PSB) no segundo turno das eleições 2010. “Porque o PT não poderia compor o governo Elmano? Não fomos nós quem fomos nos oferecer, foi o prefeito quem primeiro fez uma visita ao Diretório Estadual e Municipal e fez um convite para que o PT compusesse a sua gestão”, declarou.

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade