ad16
DestaquesEsporteTodas as Notícias

Picoense Luís Carlos Cardoso embarca para o Pan no Equador

O paratleta picoense Luís Carlos Cardoso embarcou, nesta terça, com destino a Ibarra, no Equador, com o plano de dar um novo salto em sua história no esporte brasileiro: conquistar o inédito título na classe KL1 do Pan-Americano de paracanoagem, que começa na quinta. Medalhista de bronze no Mundial deste ano, o piauiense quer encorpar o hall de conquistas do primeiro ano no ciclo até Tóquio 2020.

Luís Carlos participou de três Pan-Americanos: Rio, em 2012, quando foi ouro na canoa (VL1); México, onde foi ouro novamente na canoa; e em São Paulo, onde faturou o tricampeonato na classe VL1 e estreou com uma prata no caiaque (KL1). Esta será a quarta participação do ex-dançarino no torneio, com chance de executar o Hino Nacional brasileiro na premiação das duas classes.

Luís Carlos Cardoso embarca com delegação brasileira em São Paulo (Foto: Reprodução/Facebook)

 

– Na canoa, desde quando comecei em 2012, sempre conquistei ouro. No caiaque, não. Pretendo trazer esse ouro para o Brasil. Claro que não posso dizer que sou o melhor atleta. A cada ano vão aparecendo atletas melhores, mas eu acredito no meu potencial e no trabalho que meu treinador vem fazendo comigo. Quero fazer o meu melhor e que esse meu melhor me leve ao pódio – explicou antes do embarque.

O primeiro ano pós-olímpico de Luís Carlos vai rendendo a ele resultados expressivos. Em agosto, o competidor conquistou o tetracampeonato mundial na canoa e o bronze no caiaque, em Racice, na República Tcheca. No retorno para casa, Luís ainda abocanhou o tri brasileiro no Parque Náutico Iguaçu, em Curitiba. Embalado no ano de abertura de mais um ciclo paraolímpico, o piauiense tem evitado se colocar como favorito ao ouro nas provas do circuito internacional.

– A estratégia é a mesma de todos os torneios internacionais que participo. É sempre focado em dar o meu melhor independente da quantidade de atletas que tenha. Sempre quero fazer o meu melhor para subir no lugar mais alto do pódio. A cada dia que passa, o Pan aumenta o número de atletas. Principalmente por conta de 2019, quando será a primeira vez que a paracanoagem vai participar dos Jogos Pan-Americanos.

Além de Luís Carlos Cardoso, o Brasil contará com Alex Sandro Pessoa (VL2), Brenda Almeida (KL1), Caio Ribeiro de Carvalho (KL3 e VL3), Debora Benevides (KL2), Giovane Vieira de Paula (KL3), Igor Alex Tofalini (KL2) e Mari Christina Santilli (KL3). Thiago Pupo da Fonseca será o técnico da delegação. O retorno do time verde-amarelo está previsto para o dia 16 de outubro.

Globoesporte PI 

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade