ad16
EconomiaGeralTodas as Notícias

Por liberação de recursos, Wellington Dias se reúne com o Banco do Brasil

O governador Wellington Dias (PT) se reúne na manhã desta segunda-feira (5) com o superintendente do Banco do Brasil no Piauí, Rosélio Arnoldo Furs. No encontro, o petista pretende verificar quais são os obstáculos que estão impedindo a liberação de recursos para o Estado. O objetivo é viabilizar verbas para tirar a administração estadual da crise financeira.

Governador Welington Dias Foto: Riachãonet
Governador Welington Dias
Foto: Riachãonet

A reunião entre Wellington Dias e Rosélio Arnoldo Furs está marcada para as 11h30 e faz parte da estratégia da administração petista de reformular as finanças estaduais. O plano ainda prevê a nomeação de apenas 50% das vagas destinadas a cargos comissionados, a revisão dos gastos com pessoal temporário e a reorganização da receita. Todo o esforço tem como meta recolocar o Piauí dentro da margem legal da Lei de Responsabilidade Fiscal.

“O governador Wellington Dias não se conforma que um estado como o Piauí acumule tantos problemas. Uma das nossas prioridades é trazer as despesas com pessoal para menos de 49%”, comentou no Notícia da Manhã desta segunda-feira (5) o secretário de Governo, Merlong Solano.

Depois de decretar urgência administrativa nas áreas de segurança pública e justiça, saúde, educação, administração e abastecimento de água, Wellington Dias deve se reunir nesta semana com membros do Governo Federal para agilizar a chegada recursos. A medida faz parte do plano emergencial da nova gestão petista.

“Os decretos já estão surtindo efeito. O governador está fazendo um governo em movimento. Não se trata só de constatar problemas, mas já procurar soluções. Ele terá diversas audiências na quarta e na quinta. Por isso, solicitou aos secretários os primeiros documentos que serão levados na quarta e na quinta”, informou Merlong Solano.

Energia elétrica

De acordo com o secretário de Governo, após os 90 dias de urgência administrativa nas áreas de segurança pública e justiça, saúde, educação, administração e abastecimento de água, Wellington Dias deve voltar suas atenções para outros segmentos, especialmente os que dizem respeito ao desenvolvimento enconômico.

“Passados os primeiros dois, três, quatro meses, Wellington Dias se debruçará sobre questões que estão barrando o desenvolvimento econômico do Piauí, como o abastecimento de energia elétrica”, assinalou.

FONTE: Cidade Verde

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade