CidadeDestaquesGeralTodas as Notícias

Proposta que reduz em 50% a taxa de iluminação pública é enviada ao prefeito de Picos

Agora caberá ao prefeito tomar a decisão de acatar ou não a recomendação

O coordenador do Fundo Municipal Iluminação Pública de Picos, Rômulo Costa, após se reunir com alguns vereadores da cidade, decidiu enviar uma nova proposta de alíquota no projeto que regulamenta a taxa de iluminação pública para ser analisada pelo prefeito Walmir Lima.

Rômulo Costa informou que caberá ao prefeito tomar a decisão de acatar ou não a recomendação. Ele afirma que a sugestão irá reduzir pela metade a cobrança aos consumidores. “A gente vai conseguir uma fórmula para conseguirmos ficar com os recursos necessários para manter a iluminação pública e também, baixando em quase 50% o valor que os consumidores pagam hoje, é a grande novidade do nosso projeto”, afirmou.

De acordo com o vereador Antônio Afonso Guimarães Junior, o Afonsinho, a proposta foi fruto de um consenso entre os parlamentares e o gestor do Fundo.

“O prefeito enviou um projeto que está isentando a metade dos contribuintes de Picos, então alguém vai ter que pagar essas contas. Pelo projeto de lei que tem hoje, quem usa de zero a cem quilowatts, está pagando em média R$:19,00 e irão pagar uma taxa simbólica de R$:5,00 e os outros segmentos, irão baixar menos de 50%. Nesse quesito, não irá baixar o custo da contribuição em geral, e vai ficar uma divisão de encargos para todos os 32 mil contribuintes de Picos, não vai ficar ninguém onerado, ou com a taxa exorbitantes”, acrescentou Afonsinho.

O vereador Evandro Paturi disse que caso a proposta seja aceita pelo prefeito, será votada já na próxima semana. “Nós já ficamos certos que uma proposta ou outra, na próxima quinta-feira nós já votaremos o mais rápido possível para dar essa resposta à sociedade e acabar de vez essa confusão da Cosip, que já está passando dos limites”, garantiu.

Os vereadores picoenses garantiram que caso o prefeito aceite a proposta, ela será aprovada por unanimidade na Câmara.

Fonte: Grande Picos

Tags
LER MATÉRIA COMPLETA

Leia Também