ad16
AutoPECASonline24.pt
GeralMunicípiosPaulistanaPolícia

Servidor regista BO após ser supostamente agredido por diretora de hospital

Paulistana: vista aérea - Foto: Divulgação
Paulistana: vista aérea – Foto: Divulgação

O servidor municipal Adeilson Souza registrou Boletim de Ocorrência após sofrer supostas agressões físicas e verbais pela diretora do Hospital Regional Mariana Pires Ferreira, em Paulistana, nesta quarta-feira (17). O servidor conta que levou um tapa no rosto após discussão sobre uma dívida.

De acordo com o servidor terceirizado, que presta serviços de informática ao hospital, Sirleide da Silva Sousa haveria se apropriado indevidamente de um cheque para sanar uma suposta dívida contraída pela compra de um notebook, em setembro de 2012.

“Comprei o computador dela e não acertamos o valor no momento, mas sei que o custo do aparelho não é mais que R$ 600. Já tinha pago R$ 500 para ela e fiquei de prestar serviços para completar o valor. Ontem quando fui pegar um cheque que havia sido deixado como pagamento de um outro serviço prestado, a Sirleide disse que eu teria que assinar e descontaria o restante do valor e me daria só o troco”, ressalta.

Adeilson Souza revela que o valor do cheque é de R$ 530 e que após o suposto desconto seria repassado apenas a quantia de R$ 130. “O computador não vale R$ 900 e o nosso acordo já foi quitado. Além do mais, fui humilhado e ela me chamou de preguiçoso e disse que tinha me tirado da sarjeta, tinha me dado emprego”, desabafa.

A diretora revelou, a um portal local, que só se pronunciaria à imprensa mediante um advogado para dá sua versão sobre o caso. O Cidadeverde.com tentou por inúmeras vezes contato com Sirleide da Silva Sousa, mas não obteve retorno. No Hospital Regional Mariana Pires Ferreira a diretora também não foi encontrada.

Cidade Verde

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade