ad16
SaúdeTodas as Notícias

Sesapi tem dívida de R$ 7,6 milhões; pacientes podem ficar sem remédios

[ad#336×280]A Secretaria de Estado da Saúde informou nesta quarta-feira (14) que tem uma dívida de aproximadamente R$ 7,6 milhões com fornecedores de medicamentos excepcionais e solicitações por demandas jurídicas. Por causa do débito, pelo menos 500 pessoas podem ficar sem medicamentos em breve no Piauí.

Causa seria contas não pagas na gestão do governador Zé Filho (PMDB) - Foto: Divulgação
Causa seria contas não pagas na gestão do governador Zé Filho (PMDB) – Foto: Divulgação

De acordo com informações repassadas pela Secretaria da Saúde ao Notícia da Manhã desta quarta-feira, o valor se refere aos empenhos realizados no período compreendido entre julho e dezembro de 2014, que não foram pagos pela administração do ex-governador Antonio José de Moraes Souza Filho (PMDB).

Por conta da dívida, os fornecedores suspenderam o fornecimento dos medicamentos excepcionais. Pelo menos 35 itens devem começar a faltar nos depósitos da Secretaria em breve.

 Para regularizar a situação, a Secretaria da Saúde já informou que vai negociar os débitos com os fornecedores, comprometendo-se a realizar o pagamento mediante imediato restabelecimento no fornecimento dos medicamentos.

Paralelamente, a Secretaria da Saúde deve encaminhar para a Procuradoria Geral do Estado os contratos vigentes para análise e parecer sobre a legalidade do processo licitatório e contrato.

FONTE: Cidade Verde

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade