ad16
SaúdeTodas as Notícias

Sindhospi lança contraproposta sobre repasse do Plamta e Iaspi e podem deixar de atender

Sindicato do Hospitais e Clínicas do Piauí afirma que a rede credenciada ao Plamta e Iapep está há cinco meses sem receber repasse

O Sindicato dos Hospitais e Clínicas do Estado do Piauí (Sindhospi) esteve reunido na manhã desta quinta-feira (21/06), na sede do Ministério Público do Estado, para discutir o repasse salarial, que segundo a categoria, está atrasado há cinco meses, afetando o funcionamento de toda a rede credenciada dos planos de assistência Plamta e Iaspi.

Na audiência, intermediada pelo Promotor Fernando Santos, o Sindhospi apresentou uma contraproposta, pedindo ao Governador Wellington Dias que faça o repasse dos meses de fevereiro,março e abril, até o dia 15 de julho. Caso o pedido seja descumprido, o sindicato disse que  irá paralisar as atividades dos planos de saúde do Estado, o que afeta diretamente os servidores estaduais que poderão ficar sem atendimento médico.

O Governo lançou, na terça-feira (19/06), um cronograma de pagamento para atualizar até o mês de agosto os repasses referentes aos planos de saúde. Segundo Emílio Júnior, foram repassados cerca de R$ 12 milhões na segunda-feira (18) e na terça (19) mais de R$ 7 milhões. Além disso, os próximos pagamentos para o Iaspi ocorreriam nos meses de julho e agosto, sendo nos dia 16 e 31 de julho e ainda nos dias 15 e 31 de agosto.

A reportagem entrou em contato com o Governo do Piauí e a assessoria afirmou que ainda não foi notificado sobre a contraproposta do sindicato, mas que irá discutir o assunto e que novas reuniões devem acontecer em breve.

Fonte: OitoMeia

Tags
LER MATÉRIA COMPLETA

Leia Também