ad16
DestaquesGeralTodas as Notícias

STTRAM inicia, nesta segunda (12), fiscalização para regularizar atividade de mototaxistas em Picos

De acordo com o secretário de Trânsito, Cristiano Portela, há muitos mototaxistas regulares que cumprem as exigências da prefeitura, mas há uma parte destes profissionais que não.

A Secretaria Municipal de Trânsito, Transporte e Mobilidade Urbana – STTRAM – inicia nesta segunda-feira (12) fiscalizações mais intensas para acompanhar a regularização de mototaxistas em Picos. Equipes estarão vistoriando diversos pontos em toda a cidade.

De acordo com o secretário de Trânsito, Cristiano Portela, há muitos mototaxistas regulares que cumprem as exigências para realização do transporte de passageiros, mas há uma parte destes profissionais que não tem seguido as exigências impostas pela Prefeitura através de Lei Municipal.

Mototaxistas na sede do sindicato-Foto: Romário Mendes

“A partir de hoje a Secretaria de Trânsito vai fazer uma ronda para identificar esses mototaxistas irregulares que não têm a autorização da prefeitura para trabalhar. O primeiro passo dessa fiscalização foi modificar os coletes, com cor diferente. Fizemos o cadastro gratuitamente e, a pedidos deles próprios [mototaxistas regulares], iremos intensificar a fiscalização a partir de hoje à procura de que esse serviço seja realmente regularizado”, disse o gestor da pasta.

O trabalho será feito em todos os pontos de mototaxistas da cidade, os quais já foram mapeados. “Na própria identificação do colete nós temos o número do ponto e do mototaxi. Vamos fazer essa ronda cotidianamente”.

Cristiano Portela ressaltou que não é intenção da gestão tirar o trabalho de nenhum cidadão, mas que a regularização é necessária para o profissional e para o picoense que fará uso do serviço. Ele informou o que é necessário para regularização do mototaxista.

“Não queremos proibir ninguém a trabalhar, mas queremos que o façam de forma segura. Temos a lei municipal que tem os requisitos para que a pessoa possa ser mototaxista. Ele tem que ter CNH por mais de 2 anos, tem que ter o curso do SEST/SENAT de direção defensiva e possuir bons antecedentes criminais. Então, estamos esperando por eles lá. Estamos lidando sobre o transporte de vidas, então essa é nossa maior preocupação”, declarou.

O secretário alertou ainda para que empresas que confeccionam camisas e fardamento para que não produzam coletes de maneira irregular.

“Quero chamar a atenção da população para os mototaxistas que estão credenciados. O colete é a primeira prova de regularizados. E fazemos um pedido que também é um alerta: quem confecciona coletes, pedimos que não o façam irregularmente. Só quem pode autorizar a confecção do colete é a Secretaria de Trânsito. Quem o fizer, estará cometendo irregularidade”, finalizou.

Com informações do PITV1

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade