ad16
Geral

Apicultores picoenses fazem migração ‘forçada’ de colmeias para o Maranhão

[ad#336×280]Começou a temporada do transporte de colmeias do Piauí para o Maranhão. A migração ‘forçada’ é para evitar a baixa produção de mel no estado, já que a seca e situação de emergência em 197 municípios do Piauí tem prejudicado a alimentação das abelhas e produção do mel.

“São mais de 900 quilômetros da cidade de Picos para Governador Nunes Freire, no Maranhão. Essa é a primeira vez que membros da agricultura familiar participam da ação, sendo treinados e recebendo o equipamento de transporte. São apicultores das cidades de Picos, São Raimundo Nonato e Simplício Mendes”, explicou o produtor de mel Antônio Leopoldino.

Segundo a Central de Cooperativas Apícolas do Semiárido Brasileiro (Casa Apis) está sendo feito o manejo e transporte de mais de cinco mil colmeias. “Essas abelhas devem ficar naquela região do estado do Maranhão até o mês de dezembro, data em que voltarão ao Piauí”, disse Antônio Leopoldino.

De acordo com o Superintendente da Agricultura Familiar da Superintendência de Desenvolvimento Rural, Carlos Domingues, ressaltou que foram utilizados seis caminhões para o transporte.

“Essa apicultura migratória faz aumentar a produção em tempos de estiagem em áreas onde os apicultores não tinha essa infraestrutura anteriormente proporcionada pelo Governo do Estado e outros parceiros”, explica Carlos Domingues.

do G1 – Piauí

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade