ad16
DestaquesGeralTodas as Notícias

Carreata em favor dos Caminhoneiros é realizada em Picos

Segundo estimativa de representantes da categoria, cerca de 300 caminhões estão parados nas BR’s que cortam o município picoense.

No final da tarde desta terça-feira (29), caminhoneiros e sociedade civil organizada realizaram um ato público em Picos em favor da greve dos Caminhoneiros que está no 10° dia de paralisação e bloqueio das rodovias federais em todo o país. Os manifestantes e simpatizantes do movimento grevista se concentraram na Praça Félix Pacheco, centro da cidade, e em carreata seguiram até o povoado Morrinhos, local onde a categoria está acampada reivindicando redução no valor dos combustíveis.

Segundo estimativa de representantes da categoria, cerca de 300 caminhões estão parados nas BR’s que cortam o município picoense. Durante a carreata, cidadãos demonstravam apoio com aplausos e ressaltando o patriotismo. Vários veículos também estavam sinalizados com a frase #Fora Temer.

O caminhoneiro, Erisvelton Santos, agradeceu o apoio e doações recebidas da população de toda a macrorregião. Para ele, o movimento é fortalecido com a demonstração destes gestos concretos.

“O Brasil está vivendo uma roubalheira na Petrobras e não podemos ficar quietos. Nos sentimos satisfeitos em estar parados em prol de um Brasil melhor. Temos recebido muito apoio do povo de Picos e de cidades vizinhas. Agradeço a todos que nos disponibilizaram  a ajudar e apoiam essa causa por tantas  arrecadações”, frisou o caminhoneiro.

Erisvelton Santos pontuou ainda que o bloqueio das estradas permanece por tempo indeterminado até que as reivindicações sejam aceitas.

O picoense e articulador da carreata em prol da Greve dos Caminhoneiros, Lucas Passos, explicou que a iniciativa visa conscientizar a população local sobre a importância do movimento e que a causa engloba a todos.

“No final de semana fui até aos Morrinhos, vi a causa deles. Muitos estão longe de casa, passando fome, sede, necessidades. Levei alimentos como muitos picoenses foram. Lá realmente é um protesto pacífico, ordeiro. São homens de bem, por isso eu e mais um grupo nos mobilizamos e organizamos essa manifestação. A causa é justa, tudo depende dessa classe”, afirmou Lucas Passos.

A professora e aluna do curso de Direito, Rosa Amélia, compactua da opinião anterior e reforça que o momento de lutar por um país melhor é agora.

“Em visita aos Morrinhos percebi que os caminhoneiros estão à mercê da população, reivindicando uma causa que não é só deles, uma causa do Brasil e todos precisam se unir neste momento. Não é somente a questão do combustível, o Brasil está sucateado e o dinheiro alimenta uma rede de corrupção. Nós brasileiros devemos apoiar o movimento porque esta é uma causa de todos nós”, disse Rosa Amélia.

Com informações e fotos Folha Atual

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade