ad16
AutoPECASonline24.pt
DestaquesGeral

Confira entrevista com a aluna de Pedagogia Anne Alyne!

[ad#336×280]Após participar na última quarta-feira, 11, do programa da Rede Globo “Encontro com Fátima Bernades”, a aluna do IV bloco de Pedagogia da Universidade Estadual do Piauí, UESPI, Campus de Picos,  Anne Alyne Brito Mendes, 18 anos, falou com exclusividade ao Portal RiachaoNet sobre a repercussão gerada em torno do vídeo. Anne Alyne respondeu à várias perguntas destacando sempre o amor pela profissão que escolheu. Confira a entrevista!

O Show de Anne Alyne Mendes no Programa 'Encontro com Fátima Bernardes' Professores são heróis! (2)

RiachaoNet – O que lhe motivou a criar o vídeo?

Anne Alyne – Tudo surgiu de uma revolta. Eu cansei de ouvir as pessoas me criticarem porque havia ser escolhido ser professora. E quando pensei em gravar o vídeo, procurei expor argumentos que mostrassem que SIM, o professor é importante na construção da sociedade, o professor é importante na formação do indivíduo.  Quando eu gravei o vídeo foi pensando nestas pessoas que me criticaram, e ao mesmo tempo mostrar pra ela que estavam erradas.

RiachaoNet – O processo de gravação do vídeo…

Anne Alyne – Eu estava sozinha em casa e ao mexer no Facebbok, fui nas minhas conversas do bate-papo e comecei a lembrar de quantas pessoas da minha cidade que conversavam comigo tendo preconceito pela profissão que escolhi. [Nossa Anne você é tão inteligente e está fazendo pedagogia].

RiachaoNet – A repercussão do vídeo e as discussões que giraram em torno do mesmo…

Anne Alyne – A melhor sensação que tive foi ver que cada pessoa que curtiu, compartilhou pensava como eu. Eram pessoas que chegavam no bate-papo e diziam: [Nossa Anne eu me vi nas tuas palavras] [Meu pai queria que eu fizesse Direito em vez de Geografia]. A repercussão nunca imaginei que seria a este ponto, hoje acho que ja estamos chegando a 60 mil visualizações.

RiachaoNet – O vídeo como instrumento de reflexão e questionamento sobre como as pessoas veêm o professor…

Anne Alyne – Bom se isto não aconteceu foi pelo menos a minha intenção ao gravá-lo. Nos até mesmo dentro da universidade percebemos que o preconceito existe. Tenho colegas que se envergonham por fazer Pedagogia, porque as próprias pessoas criam este sentimento. Quando um aluno de Pedagogia passa, as pessoas já pensam [pausa].. ô coitado está fazendo Padagogia porque não passou para outra coisa, e isto sempre me revolta.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade