ad16
https://ead.uninta.edu.br/
AutoPECASonline24.pt
DestaquesTodas as Notícias

Dia Mundial de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes: veja a importância desse dia e como denunciar em caso de suspeita

Dia Mundial de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes é celebrado nesta segunda-feira (18)

Por Mateus Silva

Celebrado anualmente no dia 18 de maio, o Dia Mundial de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes busca mobilizar a sociedade para participar do enfrentamento a violência sexual de crianças e adolescentes.

A supervisora da Proteção Social Especial da Secretaria de Trabalho e Assistência Social de Picos (SEMTAS), Márdila Taveira, comenta sobre a atuação e os trabalhos realizados pela Semtas para ressaltar a importância do Dia Mundial de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

Márdila Taveira (FOTO: CCOM)

“Esse ano, mais uma vez em alusão ao dia, a Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (SEMTAS) ressalta a importância da mobilização e participação dos diversos setores nessa ação. No entanto, levando em consideração o contexto de pandemia em face do Coronavírus, reformulamos nossas ações de mobilização. As ações foram reestruturadas para uma promoção exclusivamente online, considerando que não vamos incentivar as atividades de abordagem direta como fizemos em anos anteriores como eventos de conscientização, palestras, seminários presenciais, entre outras atividades que resultem em aglomeração de pessoas. Nossas ações, esse ano, estão sendo divulgadas nos canais de atendimento aos usuários como WhatsApp e em nossas páginas sociais da internet”, pontuou.

Márdila Taveira ainda ressalta importância de participar do combate a violência sexual de crianças e adolescentes.

“O dia 18 de maio é uma conquista que demarca a luta pelos direitos humanos de crianças e adolescentes no território brasileiro. A campanha mostra-se importante por ter a proposta de mobilizar, sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade a participar da luta contra a violência sexual de crianças e adolescentes”, comentou.

Denúncias

Em casos de suspeita a violência sexual contra crianças e adolescentes, as denúncias podem ser feitas por meio dos canais de atendimento do Conselho Tutelar, Delegacia, Disk 100, Polícia Militar, CREAS e Ministério Público.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade