ad16
São JuliãoTodas as Notícias

Diretor da Agespisa explica motivos de falta d`água fornecida pela Adutora de Piaus

De acordo com o diretor regional da AGESPISA, Sérgio Alves, o problema está relacionado às constantes quedas de energia.

Na tarde de ontem, 17, ocorreu uma reunião entre a Diretoria Regional da Agespisa juntamente com moradores, na Estação de Tratamento de Água-ETA, na cidade de São Julião do Piauí, com o objetivo de elucidar sobre problemas de falta de água que vem atingindo a população de várias cidades  abastecidas pela a adutora de Piaus.

De acordo com o diretor regional da AGESPISA (Águas e Esgotos do Piauí S/A), Sérgio Alves, o problema está relacionado às constantes quedas de energia. Em entrevista ao Cidadesnanet.com, Sérgio afirmou que por parte da companhia de Águas e Esgotos está tudo regularizado como suporte, equipe de plantão para atendimento, maquinários reservas entre outros pontos.

Reunião entre a Diretoria Regional da Agespisa juntamente com moradores
Reunião entre a Diretoria Regional da Agespisa juntamente com moradores

“A nossa equipe está toda regularizada e pronta para atendimento. O grande problema é a falta de energia que resulta no não funcionamento dos motores que geram o abastecimento de água para cidades de São Julião e povoado Mandacaru, Pio IX, Fronteiras e Campo Grande” afirmou Sérgio Alves.

“Tivemos com nossa equipe reunida ontem juntamente com moradores para conversarmos e esclarecer o motivo da falta de água que atinge a população há vários dias. Recomendei que fizessem contato com a Eletrobrás para qualquer eventualidade a companhia possa disponibilizar atendimento e assim evitar que a população de São Julião, Fronteiras, Pio X e demais cidades que recebem o abastecimento, fiquem sem água” acrescentou o diretor.

Segundo o diretor, foi realizado um estudo pela ANA (Agência Nacional de Água) e foi constatado que mesmo com o volume de água reduzido em aproximadamente 13,7% da capacidade total, a barragem tem capacidade de abastecer durante dois anos consecutivos.

“Fizemos um estudo com a ANA  e mesmo com o volume baixo ainda tem capacidade de abastecer por dois anos. O problema não está na Agespisa e nem no reservatório. O problema está na falta de energia. Se demorar muito para resolver a falta de energia vai ocasionar a falta de água e a população fica sem água” explicou Sérgio Alves.

Confira nota enviada pela Agespisa:

“Boa tarde

Estamos com o abastecimento de água comprometido nas cidades atendidas pela adutora de Piaus (São Julião, Fronteiras, Pio IX, Campo Grande, Vila Nova e povoado Mandacaru) devido a falta de energia elétrica na Estação de Tratamento de Água, localizada a 2 km da cidade de São Julião. 

A Eletrobrás trabalha desde ontem pela manhã no local mas até o momento a energia não está 100% restabelecida. 

Por conta da falta de energia elétrica ficamos impossibilitados de ligar os motores e enviar água para as elevatórias e para as cidades.

Sérgio Alves”

Fonte: CidadesnaNet

Tags
LER MATÉRIA COMPLETA

Leia Também