ad16
DestaquesGeralPolítica

Gleuton Portela e Mariléia Dantas lançam plano de governo para Picos

 

Dr. Gleuton Portela e Mariléia Dantas-Foto:Romário Mendes

O candidato a prefeito de Picos pelo Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB) lançou nesta segunda-feira (23) o seu plano de governo para o município de Picos. Com o plano  registrado junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE). O candidato prioriza ás áreas da saúde, educação, infraestrutura, agropecuária, esporte , lazer e segurança.

O candidato pretende priorizar programas sociais para o homem do campo, como construção de açudes para os agricultores dentro de suas propriedades, perfurações de poços e construção de cisternas.

No esporte o advogado afirma que vai investir não somente no futebol, e sim em todas as modalidades esportivas, contribuir financeiramente a Sociedade Esportiva de Picos a SEP, através de repasses. Na área da segurança será criada uma guarda municipal para inibir delinquentes e uma guarda mirim para retirar crianças e adolescentes das ruas e das drogas.

O município será subdividido em três Secretarias Executivas Regionais (SER), uma na área central de Picos, outra na periferia e uma na Zona Rural da cidade. Segundo Gleuton as secretarias contribuirá para o cidadão picoense ter um rápido acesso ao gestor. Será criado também um programa chamado de “Evolução do Trânsito” para desafogar o trânsito de Picos. Na infraestrutura, pretendem padronizar as calçadas para dar acesso os deficientes físicos e visuais.

Para os jovens o candidato pretende criar um centro esportivo e uma área reservada de “som livre”, na qual os jovens poderão utilizar som automotivo à vontade em uma ampla praça que será construída somente para utilização de som. Dr. Gleuton informa que essa praça será construída no intuito de não perturbar o sossego alheio e será reservada somente para quem curti um som.

A novidade na sua administração, caso seja eleito será no seu secretariado. Segundo ele os seus secretários serão constituído um mês antes da eleição e escolhidos pelo povo através de uma audiência pública. “O povo vai relacionar nomes e nessa audiência pública vai ser escolhida uma votação, com a presença do Ministério Público para participar da votação, ou seja, todo secretariado vai ser constituído por pessoas escolhida pelo povo, serão pessoas que tenham conhecimento nas suas respectivas áreas”, frisou.

 

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade