ad16
DestaquesSaúdeTodas as Notícias

Hospital de Picos adota medidas após visita de fiscalização do Coren-PI

De acordo com os relatórios apurados, o hospital encontrava-se com algumas Irregularidades e Ilegalidades de acordo com o estabelecido na Lei do Exercício Profissional de Enfermagem e na Resolução do sistema Cofen/Conselhos Regionais.

A Comissão de Sindicância de Interdição Ética do Conselho Regional de Enfermagem do Piauí (Coren-PI) realizou, no mês de janeiro, um roteiro de visitas às instituições de saúde da cidade de Picos.

Os Enfermeiros Elisângela Varonil e Antônio Neto, conselheiros do Coren-PI, juntamente com a Comissão de Sindicância para Interdição Ética, acompanharam de perto os trabalhos realizados no Hospital Memorial do Carmo.

Hospital Memorial do Carmo – Foto: Ascom

De acordo com os relatórios apurados, o hospital encontrava-se com algumas Irregularidades e Ilegalidades de acordo com o estabelecido na Lei 7.498/1.986 (Lei do Exercício Profissional de Enfermagem) e na Resolução do sistema Cofen/Conselhos Regionais. Dentre as Ilegalidades encontradas, estava a ausência de Profissional Enfermeiro durante todo o horário de funcionamento da instituição. Contudo, após Reunião Ordinária de Plenário realizada pelos Conselheiros do Coren-PI na última sexta-feira (25), optou-se pela não interdição do referido estabelecimento.

A decisão se deu em virtude do Memorial do Carmo, após vistoria, ter se adequado imediatamente ao que é exigido pela Lei 7.498/1.986 pela Resolução do Conselho Federal de Enfermagem. Dentre as adequações realizadas após atuação do órgão, consta a contratação de profissional Enfermeiro.

Diante disso, o Coren-PI aproveita a oportunidade para parabenizar o Hospital pela rápida execução do que foi solicitado, impedindo sua interdição ética e cumprindo com as demandas exigidas pelo Conselho.

Fonte: Ascom

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade