ad16
DestaquesPolíciaTodas as Notícias

Operação apreende veículo por transporte irregular de passageiros em Picos

A ação acontece até a próxima sexta-feira (8) e tem como objetivo enfrentar o transporte clandestino, fiscalizar o transporte regular de passageiros e de cargas e atuar nos terminais rodoviários.

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) deflagrou nesta segunda-feira (4) a Operação Hércules, que segue até sexta-feira (8) com trabalhos de conscientização e fiscalização dos condutores. Dois veículos que faziam o transporte irregular de passageiros nas cidades de Picos e Floriano, Sul do Piauí, foram apreendidos. As informações são do G1 Piauí.

Segundo o supervisor de fiscalização da ANTT, Clemilson Resende, além do transporte indevido de passageiros, os veículos também estavam com para-brisa quebrado, não possuíam cinto de segurança, carros com pneu careca, extintor de incêndio vencido e não estavam regularizados junto à agência.

“Nessa operação, os veículos flagrados realizando transporte interestadual remunerado de passageiros eles são retidos, multados e também são apreendidos por 72h”, explicou o supervisor.

As fiscalizações estão sendo realizadas nos terminais rodoviários de de Teresina, Floriano e Picos, cidades com maior fluxo de passageiros e viagens interestaduais. O objetivo principal dessa atuação da ANTT é enfrentar o transporte clandestino, fiscalizar o transporte regular de passageiros e de cargas e atuar nos terminais rodoviários.

Atividades de educação e conscientização serão realizadas com motoristas. A ANTT também fiscaliza o transporte de cargas e auxilia sobre a Política Nacional dos Pesos Mínimos, em relação ao serviço de frete prestado por caminhoneiros, por exemplo.

Uma das vans que foi apreendida estava levando passageiros do Piauí para o Maranhão. Os passageiros foram levados para a Rodoviária de Floriano. A orientação da ANTT é que os passageiros comprem bilhetes nos terminais para evitar transporte ilegal.

A ação que acontece nas nas rodovias do estado atua juntamente com a Secretaria Estadual dos Transportes (Setrans), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Batalhão de Polícia Militar Rodoviária (BPRv) e Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

A população também pode denunciar irregularidades pelo telefone 166 ou pelo e-mail [email protected]

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.