ad16
GeralPolítica

Marina Silva no PI declara: ‘Governo Dilma tenta impedir criação do Rede’

Marina Silva em Teresina - Foto: Reprodução/180Graus
Marina Silva em Teresina – Foto: Reprodução/180Graus

A pré-candidata a presidência da república Marina Silva concedeu entrevista coletiva à imprensa piauiense no Hotel Palácio do Rio, em Teresina. A ex-ministra explica que a Rede não é um novo partido, mas um partido novo e promete que a nova legenda irá mudar a forma de fazer política no Brasil. Marina afirma que o governo Dilma tenta barrar a qualquer custo a criação do Rede Sustentável.

“O partido é diferente que tenta fazer a atualização do processo político. A Rede não tem dono. Não sou a dona é um processo horizontal. Que defende a ética e o respeito a diversidade. Novo modelo do desenvolvimento sustentável. Não é apenas a luta do verde pelo verde. Mas é um modelo de preservação com desenvolvimento.porta vozes em dois anos com rotatividade”, comentou.

Marina afirma que é contra a antecipação das eleições de 2014 e a discussão de cargos e de alianças.”Isso não contribui em nada para nosso país. Os partidos não discutem mais sobre ideias para o país, mas apenas interesses próprios”, comentou.

De acordo com Marina, o Rede Sustentável precisa de 600 mil assinaturas para sua criação, mas o coletivo da legenda pretende conseguir 800 mil até o final de junho. “O Rede irá mudar a forma de fazer política no país e isso assusta o governo porque eles têm medo das noas ideias”, comentou.

Sobre a onda de manifestações que invadiram o país, Marina afirma que refletem a insatisfação do povo com a forma de fazer política no país. “Esse modelo não corresponde mais as necessidades do povo. O governo tem que ouvir as vozes que vem da rua. Não queremos o pior para o governo porque isso significa o pior para o país”, disse.

Fonte: 180 Graus

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade