ad16
GeralTodas as Notícias

Picos sedia Formação em Saúde Mental através do Projeto caminhos do Cuidado

Por Marcos Valério – O município de Picos esta sediando o Projeto Caminhos do Cuidado, do Governo Federal em parceria com o Estado e Municípios. O Curso de Formação em Saúde Mental (crack, álcool e outras drogas) é voltado para agentes comunitários de saúde e auxiliares/técnicos de enfermagem, visando melhorar a atenção ao usuário e seus familiares, por meio da formação e qualificação dos profissionais da Rede de Atenção Básica à Saúde.

O evento teve inicio na ultima segunda – feira (27) e segue ate amanha-Foto: Marcos Valério
O evento teve inicio na ultima segunda – feira (27) e segue ate amanha-Foto: Marcos Valério

O projeto tem como meta preparar os profissionais para que desenvolvam ações junta a comunidade no combate ao uso de drogas. Durante toda a semana serão discutidas temáticas com foco na prevenção de diversos tipos de entorpecentes.

“O objetivo dele é exatamente se levantar dados, se trabalhar em cima desses dados, em cima da nossa realidade, nós vamos repassar para os profissionais ferramentas para se trabalhar com o usuário de drogas e álcool e redução de danos que é uma coisa nova também”, ressaltou a instrutora do curso, Marinalva Ramos.

O evento teve inicio na ultima segunda – feira (27) e segue ate amanhã. O projeto faz parte de uma iniciativa do Ministério da Saúde em parceria a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e secretaria municipal de Saúde. Aqui em Picos foram formadas seis turmas com uma carga horário de 40horas.

Projeto sobre Saúde Mental-Foto: Marcos Valério
Projeto sobre Saúde Mental-Foto: Marcos Valério

Marinalva Ramos destacou ainda a importância de conhecer novos conceitos sobre o tema e a necessidade de implantar estratégia como a redução de danos. “Nós temos que introduzir na nossa sociedade que usuário de drogas não é problema, não é um defeito, é uma doença como outra qualquer, então a redução de danos vai trazer exatamente isso, que o cidadão ele pode ser um usuário de drogas e ao mesmo ele pode não ser um vagabundo”, frisou.

 

Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Também