ad16
DestaquesGeral

Plenário lotado, Padre Gregório Leal recebe cidadania picoense

[ad#336×280]Em uma noite marcada por emoção, assim aconteceu a entrega do título de cidadania picoense ao Padre Gregório Leal Lustosa, pároco da Paróquia de Nossa Senhora dos Remédios em Picos. Título foi entregue na noite da última quinta-feira (30) no plenário Pedro Barbosa da Silva. A proposta da homenagem partiu do vereador Francisco de Assis Pio da Silva (Titico), do PP, e aprovada pelos demais membros da casa.

A solenidade de entrega do certificado foi acompanhada por populares que renderam homenagens ao Padre Gregório Leal, e  por autoridades locais que realizaram discursos reconhecendo o trabalho desenvolvido pelo sacerdote na cidade de Picos.

Durante entrega do diploma, Padre Gregório foi aplaudido de pé - Foto: José Maria Barros/JPonline
Durante entrega do diploma, Padre Gregório foi aplaudido pela assembleia – Foto: José Maria Barros/JPonline

Além do homenageado, a solenidade contou com a presença do prefeito de Picos, Kléber Eulálio (PMDB); deputada estadual Belê Medeiros (PSB), do juiz de direito Geneci Benevides Ribeiro e o bispo diocesano dom Plínio José Luz da Silva.

Durante a solenidade vários oradores fizeram uso da palavra e, todos destacaram o trabalho desenvolvido pelo Padre Gregório como Pároco da Paróquia Nossa Senhora dos Remédios, em Picos. Ele deixa o posto no próximo domingo, 2 de fevereiro e a as 19h do dia 23 do mesmo mês assume a Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Fronteiras.

Galerias da câmara estavam lotadas - Foto: José Maria Barros/ JP online
Galerias da câmara estavam lotadas – Foto: José Maria Barros/ JP online

Num discurso que demorou 29 minutos, o Padre Gregório agradeceu pela homenagem recebida. Lembrou sua trajetória desde a tenra idade em sua terra natal, Santa Cruz do Piauí, passando pelos estudos em Floriano e Teresina. Falou também do trabalho como padre em Jaicós, Paulistana e por último em Picos, terra que aprendeu muito, compartilhou experiências e de onde partirá com saudades.

 

Com informações: José Maria Barros/JP Online

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade