ad16
DestaquesPolíticaTodas as Notícias

Presidente da Câmara diz que “eleição” de Zé Luís não passou de encenação

Hugo Victor disse que a sessão prevista para ontem foi suspensa por um ato administrativo da mesa diretora da Câmara

O Presidente da Câmara Municipal de Picos, Hugo Victor (MDB), classificou como uma encenação a “sessão” realizada na tarde de ontem, 28, que “elegeu” o petebista José Luís de Carvalho como presidente da mesa diretora para o biênio 2019-2020. Ele afirmou que o ato não tem qualquer validade jurídica e vai tomar as medidas cabíveis para fazer valer a lei.

Hugo Victor disse que a sessão prevista para ontem foi suspensa por um ato administrativo da mesa diretora da Câmara e, acusou os vereadores da oposição e os quatro ligados ao deputado Nerinho (PTB), de se recusarem a receber a notificação.

“Diante disso eu determinei que o Secretário Geral da Câmara, que é servidor efetivo e tem fé pública, e na presença de outro funcionário, emitisse uma certidão dizendo que os vereadores se recusaram a receber a decisão da mesa diretora” – contou Hugo Victor.

Como a sessão de ontem havia sido suspensa os funcionários foram para casa e a Câmara foi fechada. Porém, segundo Hugo Victor, ele tomou conhecimento que alguns vereadores estiveram lá no Palácio Petrônio Portela e achando que ainda estamos na época do coronelismo promoveram um episódio condenável.

“Eles procuraram um chaveiro, eu tenho fotos e vídeos para comprovar, arrombaram a Câmara Municipal e iniciaram lá uma encenação, não chamo aquilo de sessão, que não tem validade alguma” – pontuou Hugo Victor, garantindo que as pessoas que participaram do arrombamento da casa serão responsabilizadas.

O presidente da Câmara adiantou que vai registar um boletim de ocorrência pelos episódios de ontem e tomará as providências cabíveis. O parlamentar deverá ingressar com um mandado de segurança a fim de que a decisão administrativa da mesa diretora suspendendo a sessão seja mantida pela justiça.
Traição

O emedebista concluiu dizendo que o vereador José Luís de Carvalho e os demais parlamentares que integram o grupo político do deputado Nerinho, traíram o prefeito Padre Walmir e o traíram também. “Os petebistas fecharam um acordo com o prefeito, fecharam um acordo comigo e nos traíram” – reafirmou Hugo Victor.

Fonte e foto: Web Piauí

Tags

Leia Também

Publicidade