ad16
AutoPECASonline24.pt
https://ead.uninta.edu.br/
DestaquesGeral

Suspeito de atirar em criança já tinha ficha criminal; Mãe chora e pede justiça

[ad#336×280]A Polícia Civil de Picos trabalha com a hipótese de que o tiro que matou o menino Isac José Luiz de Sousa, 8 anos, foi acidental, mas não descarta a possibilidade de que o acusado do disparo tenha tido a intenção de alvejar a criança.

O delegado Antônio Madson Vieira destacou que o suspeito já tem ficha criminal por porte ilegal de arma de fogo. Há informações de que ele estaria limpando a espingarda no momento do disparo, mas os vizinhos afirmam que ele teria discutido com a esposa e tinha a intenção de ameaçá-la com a arma.

“Se for acidental, ele responderá pelo porte ilegal da arma e por homicídio culposo. Se ele tiver tido a intenção, será homicídio doloso”, completou Madson.

Isac estava lavando a moto com o pai, quando foi atingido com um tiro nas costas - Foto: Reprodução
Isac estava lavando a moto com o pai, quando foi atingido com um tiro nas costas – Foto: Reprodução
Tio da criança, Joaquim José lamenta a morte do garoto - Foto: Reprodução/Cidade Verde
Tio da criança, Joaquim José lamenta a morte do garoto – Foto: Reprodução/Cidade Verde

O tio da criança, entre lágrimas, pede justiça. “Ele já tinha brigado com a esposa outras vezes e havia colocado uma faca na garganta dela. Agora ele acabou com a nossa família”, disse Joaquim José.

A criança foi baleada com um tiro de espingarda que atravessou as costas. Ela estava lavando a moto com o pai. O acusado do disparo é um vizinho que continua foragido.

menino bala3

“Eu estava lá dentro de casa, na cozinha. Não ouvi o disparo. Quando me avisaram, que eu cheguei lá fora, olhei meu filho, que estava no chão, perdendo sangue. O assassino estava na calçada, como se nada tivesse acontecido”, relembrou a mãe, Francisca Maria Luz, inconformada.

Fonte: Cidade Verde

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade