ad16
DestaquesMunicípiosPaulistanaPolícia

Suspeito de matar mulher em Paulistana teria fugido para o Maranhão

Renata Soraia teve morta violenta em Paulistana
Renata Soraia teve morta violenta em Paulistana

Na segunda-feira (26/12), Francisco Hildebrando o “Chiquinho”, suspeito de envolvimento no desaparecimento de Renata Soraia de Sousa, 22 anos, foi chamado à polícia para prestar esclarecimento o seu suposto relacionamento amoroso com a vítima, o qual teria nascido uma criança, hoje com 01 ano e oito meses. A Polícia Civil o ouviu, e depois de colher o depoimento o liberou.

Ontem à noite (26), com o aparecimento do corpo da vítima Renata de Sousa, que foi barbaramente assassinada a pedradas, Chiquinho e sua família não foram mais localizados em sua residência pela polícia civil de Paulistana. Outros familiares de Francisco Hildebrando afirmaram não saber sobre o seu destino. Existem informações sobre uma suposta fuga de Francisco  para o Maranhão, contando com ajuda de um parente.

Segundo seus familiares, Renata estava desde o nascimento de sua filha tentando convencer ‘Chiquinho’ a assumir, como pai, sua filha, o que seria realizado através do registro de nascimento.

A família acredita na hipótese de que Soraia teria sido induzida, por um dos criminosos a ser conduzida por algum veículo até o local do crime onde estariam mais pessoas a sua espera para assassiná-la.

COm informações do Blog do Evangelista

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade