ad16
DestaquesGeminianoMunicípiosTodas as Notícias

Vice-prefeito e vereadores de Geminiano rompem com o prefeito Erculano

Anúncio do rompimento foi feito pelo próprio prefeito, através de áudio postado em um grupo de Whatsapp do seu partido naquele município

Por João Paulo Leal 

A saída do vice-prefeito e de quatro vereadores do grupo político da situação, em Geminiano, provocou um racha na base de sustentação do prefeito Erculano Edmilson de Carvalho (Progressistas) e compromete seriamente sua candidatura de reeleição no próximo ano. O rompimento, que já vinha sendo articulado nas últimas semanas, foi confirmado hoje, dia 13, pelo próprio prefeito Erculano Carvalho, através de áudio postado em um grupo de Whatsapp do seu partido naquele município.

Romperam politicamente com o prefeito o vice-prefeito Luís Gonzaga Filho Pinheiro e os vereadores Francisco Antão Florentino, o Chico Antão, que é o atual presidente da Câmara; Maria José da Silva Campos, a mais votada da última eleição; Francisco Milton Vieira de Araújo e Maria das Graças Rodrigues Pinheiro, a Neném de Azul, que é cunhada do vice-prefeito. Também entra no rol de rompidos o suplente de vereador Elísio João do Carmo, o Elisinho de João de Rael. Por enquanto, permanecem na base do prefeito apenas os vereadores Edson Francisco de Brito, o Nego Edson e Joaquim de Moura Gonçalves, o Netinho.

Prefeito Erculano e vice Luís Gonzaga estão rompidos (Foto: Divulgação)

De acordo com fonte ligada aos dissidentes, o rompimento foi provocado pela insatisfação dos vereadores em relação ao secretário de Saúde, José Genival de Sousa, o popular GG, que mesmo sem exercer mandato eletivo, se envolve diretamente em vários assuntos da administração.

 

Há alguns dias, em meio aos rumores do rompimento, aconteceu uma reunião entre o prefeito Erculano Carvalho e as lideranças descontentes. Na ocasião o vice-prefeito Luís Gonzaga e os quatro vereadores pediram a exoneração do secretário de Saúde. Como a reivindicação não foi atendida, o rompimento se tornou inevitável.

Os ex-aliados e agora novos adversários do prefeito Erculano Carvalho ainda não se pronunciaram para dizer se vão apoiar o ex-prefeito Tony Borges, principal líder da oposição, ou se vão construir a terceira via, lançando uma candidatura própria do grupo.

 

Fotos: Riachãonet e Cidadesnanet

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar
Publicidade