ad16
Municípios

Caldeirão Grande ganhará Parque de Energia Eólica

[ad#336×280]A Chapada do Araripe está entre os locais no Brasil com maior potencial de exploração de energia eólica. A constatação veio depois de um estudo encomendado em 2010, por uma empresa especializada. De acordo com o relatório, a região formada por um planalto reúne qualidades favoráveis e um corredor de ar onde passa ventos que vêm do litoral e de outras regiões.

Apostando nisso, concessionárias que exploram energia sustentável vão investir no lado piauiense da Chapada do Araripe, em Caldeirão Grande, no sul do Piauí. No município, serão gerados inicialmente 416 megawatts de energia. Os investimentos são da empresa Queiroz Galvão Energias Renováveis e chegam a R$1,48 bilhão na fase inicial do projeto, podendo chegar aos R$3 bilhões. A previsão é de que sejam instalados 154 moinhos para a produção. A energia será comercializada com o Sistema Nacional de Energia.

Chapada do Araripe
Chapada do Araripe

Além desse, o Piauí conseguiu contratar outros 13 projetos para instalação de usinas eólicas. O estado foi o segundo que mais se destacou no 5º Leilão de Reserva de Energia Eólica realizado na última sexta-feira (23), na sede da Empresa de Pesquisas Enérgicas, no Rio de Janeiro. O valor foi correspondente a mais de 20% da quantidade de projetos contratados no leilão. Os projetos piauienses se destacaram pelos valores, o preço médio foi de R$109,97 por MWh.

O anúncio da contratação foi dado pelo próprio governador Wilson Martins no município de Caldeirão Grande. “Resolvi levar essa noticia pessoalmente para a população, que comemorou muito. A contratação representa muita coisa para essa região, implica em desenvolvimento, geração de renda e emprego”, explicou.

Segundo o governador Wilson Martins, o Piauí esta cada vez mais presente nas negociações envolvendo o setor energético do país. “Até o final do ano, o Estado irá participar de mais três leilões nas áreas de mineração e energia. Temos empresas nacionais e internacionais que estão investindo na região, o que irá trazer diversos benefícios locais de médio e longo prazo para o Estado”, afirmou.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade