ad16
EducaçãoLinks PatrocinadosTodas as Notícias

Curso de Direito do UNIFSA tem publicação recorde em periódicos com Qualis

Cerca de 80 trabalhos, dos acadêmicos do 9º período do curso de Direito do Centro Universitário Santo Agostinho, foram publicados em periódicos brasileiros com Qualis B4. Essas pesquisas são decorrentes de trabalhos finais de curso da disciplina de Monografia, ministrada pelo prof.Dr.Nelson Jorge Carvalho Batista, e do corpo docente de orientadores composto por 29 professores.

“Foi a primeira vez que conseguimos esse feito. As aulas são ministradas no laboratório de informática do Anexo II do UNIFSA, onde são exploradas as bases de dados jurídicas, juntamente com Doutrinas e Jurisprudências. A partir destes dados, as bibliografias são selecionadas, gerando os artigos para publicação nas revistas indexadas”, diz o professor.

Discentes do curso de graduação de Direito que publicaram em periódicos com Qualis.

O trabalhos foram publicados em revistas como: Âmbito JurídicoConceito JurídicoConteúdo Jurídico, e no nosso Congresso Brasileiro Ciência e Sociedade, artigo completo com DOI, e na Revista do Ministério Público Federal (MPF).

O professor explica que esse resultado tem relação com as mudanças ocorridas nas DCN (Diretrizes Curriculares Nacionais) do Curso de Direito, e de um maior investimento na pesquisa na área jurídica. “Foi um movimento em conjunto da Pró-Reitoria de Ensino, Tutores Pedagógicos, Coordenação de Curso e Docentes, junto ao corpo discente da instituição”.

Professores orientadores de trabalhos na cerimônia de assinatura de ata

PUBLICAÇÕES: confira algumas publicações do curso de Direito:
(Clique nos Títulos para acessar a publicação)
*O Direito ao Esquecimento no Ordenamento Jurídico Brasileiro: a Tutela de um Direito Constitucional da Personalidade em Face da Sociedade da Informação
*O exercício de um direito fundamental no momento da audiência de custódia: perspectiva de um devido processo legal ou direito subjetivo da pessoa humana?
*A Urgência na Regulamentação da Matéria de Maternidade de Substituição: Análise Jurídica Acerca dos Limites Impostos às Técnicas de Reprodução Assistida e da Ausência de Legislação Específica.
*Caso Criogenia: Subjetividade Jurídica E Preservação Da Autonomia Da Vontade
*União poliafetiva e o seu reconhecimento como entidade familiar dentro do ordenamento jurídico brasileiro
*Estupro de Vulnerável Bilateral: Visão Controversa Face Aos Menores de 14 Anos e a Legislação

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar