ad16
AutoPECASonline24.pt
DestaquesGeral

Ex-gestores de Picos são considerados inelegíveis pelo TCU

Balão do bairro Bomba em Picos
Balão do bairro Bomba em Picos

O Piauí conta com exatos 193 gestores públicos com contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas da União, segundo relatório divulgado pelo próprio TCU nesta terça-feira (19). Os políticos com nome na lista não poderão disputar as eleições municipais de 2012, exceto se a decisão tiver sido suspensa ou anulada pelo Poder Judiciário.

Veja a relação completa do TCU para o Piauí (PDF) 

A relação foi entregue ao Tribunal Superior Eleitoral – TSE – bem antes do prazo legal – 5 de julho. Pela legislação, gestores públicos que tiveram contas rejeitadas pelo TCU, por conta de irregularidades insanáveis ou decisão da qual não cabe mais recurso, ficam inelegíveis por oito anos, a contar da data da decisão.

Entre os mais conhecidos na relação estão: o atual prefeito de São Raimundo Nonato, padre Herculano Negreiros; o prefeito de José de Freitas, Ricardo Camarço; o radialista Felipe Santolia, ex-prefeito de Esperantina e até poucos dias com seu nome cotado para disputar nova eleição; e o atual prefeito de Parnaíba, José Hamilton Castelo Branco, que já não disputaria a reeleição por estar no segundo mandato.

Presidente do TCU entrega à presidente do TSE, ministra Cármen Lúcia, lista de gestores com contas irregulares.

Também foram listados: Maria Elita Tavares de Alencar Santos, ex-prefeita de Redenção do Gurguéia (citada nos bastidores como pré-candidata a vice em 2012); Estelita Guerra de Macedo, ex-prefeita de Curimatá; Francisco Antonio Moraes Fontenele, ex-prefeito de Cocal; Haroldo Vasconcelos, ex-secretário estadual de Agricultura; Abel de Barros Araújo e José Neri, ex-prefeitos de Picos; Raimundo Nonato Bona, ex-prefeito de Campo Maior; entre outros.

A maioria dos nomes na lista é de ex-prefeitos, alguns com mais de um processo transitado e julgado. Mas existem gestores com contas rejeitadas nos Correios, Sesc, Senac, Fundação Nacional de Saúde, Cefet e até no Tribunal Regional do Trabalho da 22ª Região. Todos também estão inelegíveis.

A lista será encaminhada aos juízes eleitorais para que analisem o registro dos candidatos a prefeito e vereador, e será determinante nas convenções partidárias das próximas semanas. De acordo como TCU, a relação será atualizada diariamente.

Ampliada às 20h13min

Fábio Lima
[email protected]

Etiquetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade