ad16
GeralSaúdeTodas as Notícias

Secretário quer melhorar hospitais regionais do Piauí

Francisco Costa quer reduzir a vinda de pacientes do interior para Teresina Foto: Elias Fontenele/O Dia
Francisco Costa quer reduzir a vinda de pacientes do interior para Teresina
Foto: Elias Fontenele/O Dia

O novo secretário de Saúde, Francisco Costa, declarou que o maior desafio de sua gestão neste primeiro momento é regularizar a situação dos hospitais regionais pelo interior do Estado e executar ações para melhorar os atendimentos de urgência e emergência na rede pública de Saúde. Para isso, Francisco Costa explicou que é necessário restabelecer os compromissos de pagamentos de plantões e abastecer o sistema farmacêutico da Secretaria de Saúde (Sesapi) para os serviços essenciais.

O gestor esclareceu que o decreto de emergência da Saúde vai ajudar na implantação de ações para melhorar os serviços administrativos. “O papel do decreto de emergência nessa situação de calamidade nos ampara em alguns atos administrativos para que sejam resolvidos de uma forma mais célere”, pontuou Francisco Costa. A meta do secretário agora, de acordo com ele, é elaborar um levantamento dos débitos que existem com o objetivo de levantar recursos para tirar as unidades de saúde da situação atual.

Francisco Costa informou ainda que vai apresentar junto ao Governo Federal o pedido de um aporte financeiro para ajudar a resolver os problemas em um menor espaço de tempo. “O caminho é solucionar as dívidas e investir nos hospitais regionais espalhados pelo interior do Estado, contratar médicos especializados e melhorar os atendimentos ambulatoriais, além e fortalecer a urgência e emergência”, disse Costa.

Um dos pontos principais para melhorar os serviços oferecidos pela Saúde, o novo secretário pontuou que a Prefeitura de Teresina é a grande parceira do Estado. “O município de Teresina é o que possui maior parte dos serviços de urgência, do materno infantil, serviços ambulatoriais especializados, então não nos resta dúvidas que para resolver os problemas de saúde do Estado, temos que ter uma atenção diferenciada com a cidade de Teresina, que também oferece os serviços de alta complexidade”, disse o novo gestor, que afirmou a necessidade de uma afinidade com a prefeitura.

João Magalhães – Jornal O Dia

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade