ad16
Geral

Produção de caju deverá cair em até 90% este ano

[ad#336×280]A boa criança piauiense já brincou à sombra de um cajueiro. Já vendeu castanha para comprar bala e já comeu caju direto do pé. A boa dona de casa do Piauí já fez o doce mais apreciado do estado e o sertanejo já roçou as quintas de caju. Não há como negar a íntima relação guardada entre o fruto mentiroso – que não é fruto – e o Piauí.

No entanto, a produção de uma das riquezas do estado está sendo abalada por conta da escassez de chuva e da baixa umidade do ar. “O caju vem tendo problemas desde o ano passado por conta da falta de chuva. O clima elevado e a baixa umidade têm feito com que a produção tenha caído muito”, afirma o Engenheiro Agrônomo e pesquisador José Lopes.

Agrônomo indica irrigação por gotejamento para o caju
Agrônomo indica irrigação por gotejamento para o caju

Lopes, que atua na Empresa Brasileira de Pesquisas Agropecuária (Embrapa), conta que a faixa climática de produção do caju varia entre 18°C e 37°C e que abaixo desta faixa a planta pode apresentar problemas e aparecer doenças. “Acima dos 37°C o cajueiro flore muito, mas todas as flores ressecam por conta da alta temperatura e a fecundação não acontece”, completa.

Por conta disso, o Piauí deve registrar uma queda na produção em torno de 80% a 90% em relação aos anos anteriores. De acordo com José Lopes, a produção estimada para 2013 seria de 350 quilos de caju por hectare, no entanto, essa proporção deverá ser igual a do ano passado, quando foram registrados apenas 54 quilos por hectare.

O engenheiro agrônomo, disse que a recomendação para os próximos anos, para que esse transtorno seja evitado, é a irrigação por gotejamento. O sistema é considerado um dos mais eficientes, por proporcionar economia de água e ser direcionado para a raiz da planta.

Jornal O DIa
Repórter: Francicleiton Cardoso – Jornal O DIA

Etiquetas

6 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade