ad16
Geral

Secretária de Educação de Picos lança nota de esclarecimento

Luíza Martins, secretária municipal de saúde-Foto: Ascom

Em face as falsas acusações que vem sofrendo a Secretaria Municipal de Educaçãode Picos, a Secretária Luiza Maria Martins Rodrigues vem a público esclarecer os seguintes fatos:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

No dia 08/092012, em comício realizado no povoado Fátima do Piauí, o vereador Manoel Vieira fez afirmações falsas, além de tentar denegrir minha gestão, qualificando-a de incompetente.

A liberdade de opinião, própria do regime democrático, permite a livre manifestação, mas responsabiliza o autor em face do cometimento de ilícitos, além de abrir margem para o direito de resposta, o que passo a fazer, sem prejuízo de outras providências em face do judiciário:

Cumpre esclarecer, portanto, que o 1/3 de férias vem sendo religiosamente pago na data de aniversário de admissão de cada servidor, a exemplo do que fizemos no mês de agosto, com a contemplação de 350 servidores do concurso de 2007.

O 13º somente é exigível em 20 de novembro (1º parcela) e 20 de dezembro (2º parcela) sendo falso afirmar que existe atraso.

Os vencimentos referentes ao mês de agosto foram comandados em 05/09 (1ª etapa) e 10/09 (2ª etapa), sendo falsa a afirmação de atraso.

Quanto à “incompetência” a mim atribuída, consigno o seguinte:

Quando da transição, o referido vereador afirmou que havia seis escolas sem condições físicas para o reinicio das aulas, dentre elas a de Fátima do Piauí.

Encontrei uma realidade mais caótica do que a reconhecida: o teto da Escola Tia Celeste desabou (só não acidentou as crianças porque, por cautela, havia adiado o início das aulas). Foi necessário, assim, providenciar inúmeras reformas nas unidades escolares, conforme fiz com as de Fátima, Saquinho, Curralinho, Conduru, Aerolândia, entre outros serviços de limpeza e conservação noutros prédios.

Ampliei, para receber a demanda reprimida, as escolas de Umari, Malhada Grande dos Anacletos, Cristovinho, Carnaíbas, Tabuleiro e Morada do Sol, com construção de novas salas de aula, laboratórios de informática, viabilização de acessibilidade, etc…

Climatizei todos os laboratórios de informática; reativei a Creche do Bairro Paroquial; loquei novos prédios para abrigar dignamente os alunos do Bairro São Vicente, que se encontrava em situação insalubre e desumana. Adquiri carteiras escolares, armários, birôs…

No tocante à merenda escolar, ao contrário do que acontecia na gestão do vereador (que as escolas ficavam sem merenda durante semanas, além do registro de descarte de merendas vencidas consistindo na falta de controle e desperdíciosdos recursos públicos) ampliei o quadro de nutricionistas; determinei a criação de um cardápio qualitativo, inclusive priorizando a aquisição de produtos da agricultura familiar (frutas, legumes e verduras), além de inserir produtos inéditos, como biscoitos especiais e farinha lacta. Determinei a capacitação das merendeiras e a fiscalização da fiel execução do cardápio através de frequentes visitas das nutricionistas às escolas. Forneci fogões e liquidificadores novos, sob o testemunho de anos de espera por esses utensílios.

Incompetente é quem, se dizendo professor/defensor da categoria, nunca cumpriu o plano de carreira (engavetando os processos de progressão); é quem não pagava o anuênio; quem, enfim, somente pagava o salário mínimo aos professores (ou dois para os que trabalhavam 40 horas).

Com determinação, competência e imune de interesses politiqueiros (nunca tive interesse pela política partidária, e agora, depois de tanta náusea a mim imposta, muito menos), fiz justamente o oposto: determinei ao jurídico a resolução de todos os pedidos de progressão; executei o pagamento correto dos anuênios; promovi o aumento dos vencimentos dos professores através de Lei Municipal, além do cumprimento do piso nacional, somando até 40% de aumento; organizei escala para viabilizar o gozo da licença prêmio, já concedida a vários profissionais, de forma inédita.

Com que moral ou com que crédito referido vereador agride minha gestão? Porque ele não norteia seu discurso para os seis anos que geriu a Secretaria? Será que ele quer colocar na mente das pessoas que eu tenho obrigação de suprir todas as suas omissões e falta de compromisso com a educação e com os seus profissionais?

Contra fatos não existem argumentos. É necessário respeito à inteligência e a memória das pessoas.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.