ad16
Política

Vereadores não comparecem e sessão é suspensa

[ad#336×280]A sessão ordinária que seria realizada na tarde desta quinta-feira (8) na Câmara Municipal de Picos foi cancelada por falta de quórum.

Apenas dois parlamentares estiveram presentes na Câmara no horário marcado para o início da sessão, às 15h. A vereadora Fátima Sá (PSDB) e o vereador Antônio Afonso (PP) aguardaram o tempo máximo de 15 minutos previstos para a chegada dos demais parlamentares, mas apenas o vereador Iata Anderson apareceu quando o tempo já havia se esgotado.

Para que haja quórum – número mínimo de pessoas presentes exigido por lei ou estatuto para que um órgão coletivo funcione – é necessário que pelo menos sete vereadores estejam presentes na sessão.

De acordo com o vereador Rinaldinho (PSB), que também não compareceu à sessão, um boato teria circulado pelos corredores da Câmara pela manhã informando a possibilidade de que não houvesse quórum nesta quinta-feira.

Ainda de acordo com ele, alguns vereadores estão viajando, outros estariam impossibilitados de comparecer à sessão. E ainda há os casos dos vereadores Diógenes Medeiros (PPS) e Irmão José Luis (PSB), que tiveram seus diplomas cassados esta semana.

Na sessão de hoje iria para primeira votação, entre outros, o projeto de Lei de autoria do vereador Rinaldinho, que dispõe sobre a constituição do Conselho Municipal do Trânsito de Picos.

Entre os requerimentos que seriam apresentados, um deles solicita do prefeito Kleber Eulálio o envio para a Câmara Municipal de Picos, para ser aprovado, um projeto lei regularizando todos os terrenos doados/aforados para pessoas carentes no âmbito do município de Picos.

O vereador Rinaldinho apresentaria requerimento solicitando da Coordenação de Limpeza Pública, da Empresa Ecoserv e da Empresa Multipla que seja feito um mutirão de limpeza pública e a conclusão do serviço de saneamento básico em todas as ruas dos bairros Passagem das Pedras e Boa Vista.

Já o vereador Toinho de Chicá (PMDB) pede à prefeitura de Picos que sejam canalizadas as águas servidas e das chuvas que escorrem nas ruas Pedro Evangelista, Emir Maia, Santa Rita e Santa Filomena, tendo em vista que algumas residências não dispõem de saneamento.

 

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade