ad16
DestaquesGeral

“Não fui eu que escolhi o local do aterro sanitário”, diz Kleber Eulálio

[ad#336×280]Após os moradores do povoado Valparaíso fazerem novo protesto e bloquearem a entrada do aterro sanitário, localizado nas margens da BR 316, na manhã de ontem dia 19 de agosto, a instalação do aterro sanitário no local continua gerando polêmica.

Os moradores alegam que o local não é viável para colocar o lixo. Eles denunciam que estão sendo atingidos por moscas e por urubus, que bebem água nos açudes que eles também bebem. O protesto encerrou à tarde, após os moradores se reunirem com o secretário de Governo Tiago Saunders.

Em entrevista a imprensa nesta terça-feira (20), o prefeito Kleber Eulálio comentou sobre a polêmica. Segundo ele, os moradores estão com razão em protestar e ressalta que não foi ele que escolheu o local para a instalação do aterro sanitário.

“Eu não achei ninguém que queira levar o lixão para perto de sua casa, mas vale lembrar que não fui que escolhi o local do aterro sanitário, eu achei aquele local já escolhido, já com os primeiros passos no que diz respeito à licença ambiental, então o local infelizmente é aquele lá”, comenta.

Prefeito Kleber comentando sobre polêmica do aterro sanitário-Foto: João Paulo Leal
Prefeito Kleber comentando sobre polêmica do aterro sanitário-Foto: João Paulo Leal

Ele fala ainda que uma empresa foi contratada para construir as valas, na qual que serão colocadas uma manta em cada. No Entanto, o gestor explica que a manta não pode ser colocada por qualquer pessoa. “A empresa me informou que só uma pessoa especializada no serviço pode colocar a manta, então um técnico virá de Teresina na próxima semana para coloca-la na vala”, conta.

O prefeito ressaltou ainda, que o aterro sanitário está com as licenças ambientais necessárias para o seu funcionamento.

 

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade